baselworld_2019_new_yacht-master_42_video_cover_0001.mp4

Novos relógios 2019 Yacht-Master 42

O relógio do
mar aberto

A Rolex enriqueceu sua linha Yacht‑Master ao oferecer um novo modelo com um diâmetro inédito de 42 mm: o Oyster Perpetual Yacht‑Master 42.

baselworld_2019_new_yacht-master_42_video_autoplay_0001.mp4
baselworld_2019_new_yacht-master_42_video_0001.mp4

CERÂMICA DE ALTA TECNOLOGIA

No Yacht-Master 42, a luneta giratória bidirecional é munida de um disco de luneta Cerachrom graduado 60 minutos em cerâmica preta fosca.

As graduações e os indicadores são moldados em relevo antes de serem polidos.

CERÂMICA DE ALTA TECNOLOGIA

O primeiro quarto de hora é graduado minuto a minuto para maior precisão durante a leitura de um intervalo de tempo. Graças a seu contorno canelado, que oferece excelente aderência, a luneta pode ser manipulada confortavelmente.

A Rolex desempenhou um papel pioneiro no desenvolvimento de cerâmicas especiais para a fabricação de lunetas monoblocos e discos de luneta monoblocos. Particularmente resistentes a arranhões e à corrosão, esses novos materiais apresentam cores inalteráveis e de rara intensidade. A marca desenvolveu know-how e métodos de fabricação de alta tecnologia, exclusivos e inovadores, que lhe permitem produzir esses componentes em cerâmica de forma totalmente independente.

Exibição Chromalight

Como todos os relógios profissionais da Rolex, o YachtMaster 42 oferece excelente legibilidade em todas as situações, especialmente no escuro, graças à sua exibição Chromalight. Os ponteiros e indicadores de grandes dimensões são preenchidos com material luminescente de longa duração.

Pulseira Oysterflex e fecho de segurança Oysterlock

O Yacht-Master 42 vem com uma pulseira Oysterflex, que combina de uma forma única a robustez e a confiabilidade de uma pulseira metálica com a flexibilidade, o conforto e a estética de uma de elastômero.

PULSEIRA OYSTERFLEX
E FECHO DE SEGURANÇA OYSTERLOCK

O Yacht-Master 42 vem com uma pulseira Oysterflex, que combina de uma forma única a robustez e a confiabilidade de uma pulseira metálica com a flexibilidade, o conforto e a estética de uma de elastômero. Desenvolvida e patenteada pela Rolex, esta pulseira inovadora se constitui de duas lâminas metálicas flexíveis, fabricadas com uma liga de titânio e níquel. Essas lâminas são revestidas com um elastômero preto de alto desempenho, um material de grande durabilidade e resistente às agressões do ambiente. Para melhorar o conforto durante o uso, as faces internas da pulseira Oysterflex são dotadas de almofadas laterais que estabilizam o relógio no pulso.

A pulseira Oysterflex deste novo modelo é equipada com o fecho Oysterlock, desdobrável com dispositivo de segurança, em ouro branco 18 quilates concebido e patenteado pela Rolex, que previne qualquer abertura involuntária. Ela também dispõe do sistema de extensão Rolex Glidelock, desenvolvido e patenteado pela marca. Esse engenhoso dispositivo de cremalheira, integrado ao fecho, permite um ajuste fino de seu comprimento – sem necessidade de nenhuma ferramenta – em cerca de 15 mm, por estágios de aproximadamente 2,5 mm.

CALIBRE PERPETUAL 3235

O Yacht-Master 42 é equipado com o calibre 3235, mecanismo mecânico de nova geração inteiramente desenvolvido e manufaturado pela Rolex.

Perpetual
Calibre 3235

O Yacht-Master 42 é equipado com o calibre 3235, mecanismo mecânico de nova geração inteiramente desenvolvido e manufaturado pela Rolex. Condensado de tecnologia na vanguarda da arte relojoeira, este mecanismo mecânico de corda automática foi objeto de vários depósitos de patentes. Ele oferece vantagens fundamentais em matéria de precisão, autonomia, resistência a impactos e a campos magnéticos, confiabilidade e conforto durante o uso.

O calibre 3235 contém o escape Chronergy, patenteado pela Rolex, que combina um alto rendimento energético com uma grande segurança de funcionamento. Fabricado em níquel-fósforo, este escape é imune a campos magnéticos. O mecanismo também contém uma versão otimizada da espiral Parachrom azul, produzida pela marca em uma liga paramagnética exclusiva, que a torna até dez vezes mais precisa do que uma espiral tradicional em caso de choques. A espiral Parachrom azul é munida de uma curva terminal Rolex, que assegura a regularidade de funcionamento em todas as posições. O oscilador é montado sobre amortecedores Paraflex de alto desempenho, desenvolvidos e patenteados pela Rolex, que oferecem ao mecanismo uma resistência aos choques aumentada.
Graças à arquitetura de seu tambor e ao desempenho superior de seu escape, ele possui uma reserva de corda de aproximadamente 70 horas. É a primeira vez que esse calibre integra um Yacht-Master.

Rolex e o iatismo

NAVEGADORES
EXTRAORDINÁRIOS

Avaliar-se diante do poder dos oceanos exige coragem e um forte gosto pela aventura. Os competidores também devem provar ter um agudo senso prático a fim de se preparar cuidadosamente para a partida e enfrentar as intempéries, as avarias e os imprevistos que indubitavelmente ocorrerão. Vários navegadores se aventuraram no mar usando relógios Rolex no pulso, a exemplo de Sir Francis Chichester, Bernard Moitessier e Sir Robin Knox-Johnston, que se destacaram ao realizar as primeiras voltas ao mundo em veleiros, sozinhos e em menos de um ano.

Sir Francis Chichester
Primeiro homem a navegar sozinho ao redor do mundo, de oeste a leste, Sir Francis Chichester permanecerá para sempre associado à história da navegação à vela. Esse homem discreto, que originalmente era empresário e aviador, incorpora o espírito da vela e da aventura. Ele realizou seu feito pioneiro, que o fez cruzar os mares do mundo entre 1966 e 1967, com um relógio Oyster em seu pulso.

O Oyster Perpetual

usado por Sir Francis Chichester
durante sua circum-navegação do mundo,
entre agosto de 1966 e maio de 1967.

Encharcado, amassado, chacoalhado como o próprio navegador, seu relógio Rolex resistiu valentemente aos oceanos bravios. “Durante minha viagem ao redor do mundo a bordo do Gipsy Moth IV, meu relógio Rolex por várias vezes sofreu violentos choques sem ficar avariado”, escreveu ele numa carta à Rolex em 1968. “Eu não posso imaginar um relógio mais robusto. Quando eu o usava para estabelecer minha posição no mar com meu sextante no convés dianteiro, ele era frequentemente chacoalhado e encharcado pelas ondas que varriam o convés; ele parece nunca ter sido afetado por isso.”

O relógio do mar aberto

Universo do Yacht-Master